Transgênero gastar rios de dinheiro para ficar parecida a um dragão

A norte-americana Eva Tiamat Medusa acredita ser a pessoa mais modificada do mundo. Ela, que antes se chamava Richard Hernandez, pretendia ficar parecida com um dragão e, hoje, é conhecida como Lady Dragon.

Eva Tiamat Medusa, natural do Texas, gastou 42 mil dólares  para ficar o mais parecida possível com um dragão: com uma língua bifurcada, escamas tatuadas e oito “chifres” na sua cabeça.

A decisão de modificar radicalmente a sua aparência surgiu antes da mudança de sexo. Eva foi diagnosticada com HIV enquanto ainda era um homem e, nesse momento, decidiu que não morreria como humano. A mulher abandonou o seu trabalho como vice-presidente de um banco e iniciou a transformação.

Ela planeja gastar mais 22 mil euros em operações.