Fotos mostram como foram terríveis os instantes após a explosão da bomba atômica no Japão

 

O ser humano tem o “poder” maligno de destruição, como podemos ver na história com o acontecimento da 1ª e 2ª guerra mundial.
Um fato marcante na história foi o que aconteceu com os habitantes de Hiroshima às 8:15 da manhã do dia 06 de agosto de 1945.

Uma fumaça de calor insuportável se espalhou por cada canto da cidade, destruindo casas, matando animais, homens, mulheres e crianças e idosos.
Aqueles que sobreviveram guardaram para si o sofrimento vivido que com certeza só quem vivenciou sabe o quão terrível foi.

A Fumaça da bomba nuclear alcançou 20 Km de altura, composta por urânio-235 que acabou com a vida de milhares de pessoas. A bomba atômica foi lançada pelo exército dos Estados Unidos ao final da Segunda Guerra Mundial, provocando uma redenção do governo do Japão.

Infelizmente não foi somente Hiroshima que sofreu com os horrores desse evento, pois 3 dias depois Nagasaki também teve o mesmo destino.

As pessoas que estavam perto de onde a bomba foi jogada de desintegram por completo ou foram carbonizadas devido a altíssima temperatura que chegou a 4.000 graus. Os que estavam um pouco mais longe do local e com roupas longas por exemplo tiveram um pouco mais de sorte, pois não morreram, porém  tiveram queimaduras que deformaram suas peles, seus rostos e seus corpos por toda a vida.

Hiroshima se transformou em um oceano de fogo, pois tudo foi destruído pelas chamas, as pessoas se arrastavam pelo chão buscando uma saída daquele cenário apocalíptico.

Nas ruas ouviam-se gritos e gemidos de pessoas desesperadas, com suas peles derretidas desprendidas de seus braços.
Os sobreviventes relatam que ao olhar ao redor, parecia que estavam em um filme de terror.

Depois de algumas semanas do ocorrido, os sobreviventes começaram a sofrer com o envenenamento por radiação com perda de cabelo, úlceras na pele e vômitos.

Seus corpos estavam sofrendo a consequência da bomba conhecida como “litle Boy” ( ou “garotinho”).

Takashi Morita relata como sobreviveu à bomba atômica de Hiroshima

Vimos um pouco até onde o ser humano pode chegar com sua sede de poder, e de destruição.
Um ser humano sem amor destrói a sí mesmo.

Como se fala na bíblia: “..Sem amor eu nada seria”