Garoto que ‘mudou de sexo’ aos 12 anos se arrepende, após processo de transição

Patrick Mitchell, um menino australiano de 12 anos de idade e que sofria de “distúrbios de gênero”, começou o processo de “mudança de sexo” com a ajuda de médicos e de sua própria mãe. Entretanto, dois anos após a cirurgia que o transformou em “mulher”, o garoto contou à mãe, arrependido, que se sentia ainda no sexo masculino, desde então está no doloroso processo de voltar ao “sexo originário” — processo que inclui tratamentos cirúrgicos.

“Quando ele era mais jovem, ele se vestia roupa feminina. E a partir de um momento ele me disse se poderia ser levado ao médico para virar uma menina”, disse a mãe de Mitchell.

O menino então passou a tomar hormônios de estrogênio, o que lhe fez desenvolver seios e crescer-lhe o cabelo.

Patrick disse ao programa 60 minutes como surgiu o desejo de querer ser uma mulher: “Você tem o desejo de que pudesse mudar tudo sobre você; você vê qualquer menina e diz: ‘Eu mataria para ser assim também.’”

Contudo, dois anos após a cirurgia Patrick Mitchell sente-se como se pertencesse ao seu sexo de nascimento.

A mãe de Patrick começou a notar que ele já não tinha mais a antiga confusão a respeito de sua identidade sexual.

“Ele olhava-me nos olhos e dizia: ‘eu não sei mais se sou uma menina mesmo.’”

O garoto já parou de tomar os hormônios e marcou as cirurgias para retirar as mamas femininas.

Assista a reportagem: